• Por
  • Esp
Porter Aracaju distribui sorrisos para crianças da região 28 de outubro de 2019

Porter Aracaju distribui sorrisos para crianças da região

Fazer uma criança sorrir pode ser uma atitude simples, mas grande o suficiente para encher o coração. No mês de outubro, em comemoração ao Dia das Crianças, a Porter Aracaju fez a alegria de crianças da região, com a distribuição de cerca de 400 brinquedos arrecadados.

Por meio da ação Distribuindo Sorrisos, a empresa incentivou que clientes, parceiros, colaboradores e amigos realizassem a doação de brinquedos na unidade até o dia 10 de outubro. Após isso, todas as arrecadações foram entregues às instituições Lar de Zizi e Creche Ação Solidária Almir do Picolé, reconhecidas no município por realizarem um lindo trabalho social de acolhimento e aprendizagem com os jovens da região. Durante os dias de entrega dos brinquedos, também foram distribuídos lanches às crianças. Além das duas instituições, outras ainda serão contempladas.

Ivania Moreira é presidente do Lar de Zizi. Para ela, receber os brinquedos arrecadados foi algo muito significativo, especialmente para as crianças. “Quero agradecer à empresa Porter pela ação feita junto às crianças do Lar de Zizi, com a distribuição de lanches e brinquedos. Que Deus abençoe e ilumine a todos que colaboraram e que ele possa estar sempre fazendo essas ações”, coloca.

Para a equipe da Porter Aracaju, poder contribuir com a alegria de tantas crianças, durante o mês destinado a elas, é algo que traz um sentimento gratificante. “Para nós, foi importante realizar essa ação, pois, junto com nossos clientes, mostramos que podemos ajudar mais quando unimos nossas forças. Toda a equipe se envolveu, ajudou e o resultado foi a alegria das crianças”, pontua o gestor da unidade, Marcell Silva. 

A Porter Aracaju agradece a todos que colaboraram com essa ação, em especial ao Grupo de Síndicas do Ensin, Projeto Social Beneficente Guerreiros em Ação e a  TV Atalaia que ajudou na divulgação do projeto. Além disso, a unidade deixa um grande obrigado para os condomínios e síndicos que contribuíram com a doação de brinquedos: condomínio Bossa Nova, síndico Jeferson Reis; condomínio Grand Belize, com a síndica Ingrid Kalynne Araújo Semblano; condomínio Le Providence, síndico Leonardo de Faria Santana Alves; condomínio Barcelona, síndica Maria Lúcia Alcantara dos Santos; condomínio Campos Dourados, síndico Tomaz Moreira de Aquino; condomínio Villas do Mar Azul, síndico Gustavo Rocha Amaral; condomínio Algarve, Gustavo Rocha Amaral; condomínio Rebecca Milsten, síndico Paulo Milsten; condomínio Neo Office Jardins, síndico Rodrigo Ferreira Ramos de Jesus; condomínio Recanto das Gaivotas, síndico Marcus Vinícius Cardoso; e condomínio Ecoville Park, síndico Elton.

As instituições

Lar de Zizi

O Lar de Zizi é uma instituição dedicada às crianças carentes de Sergipe. Com sede própria, atualmente funciona como uma creche para 80 crianças de três a cinco anos. No local, as crianças permanecem das 7h às 17h, onde são cuidadas por uma pequena equipe de colaboradoras e voluntárias. A doação mensal simbólica dos pais dos alunos é de R$30.

A instituição necessita de novos voluntários, doação de alimentos, brinquedos, material de higiene pessoal, roupas íntimas para as crianças e contribuição mensal em dinheiro. Interessados em ajudar a manter as atividades do Lar de Zizi podem conhecer a instituição pessoalmente e conferir o trabalho realizado ou efetuar depósito na Agência 014, Conta Corrente 03 100 458-8, Banco Banese, em nome da entidade.

Creche Ação Solidária Almir do Picolé

A Creche Ação Solidária Almir do Picolé é um trabalho de amor e dedicação que hoje atende mais 80 crianças de forma gratuita. O responsável pelo projeto é Almir Almeida Paixão, também conhecido como Almir do Picolé.
Vendedor de picolé, Almir sempre destinou parte de seu salário para fazer festas no Natal e no Dia das Crianças para comunidades carentes. Hoje, ele mantém uma creche para ajudar outras pessoas.

Esse sonho começou cedo, por conta de sua história. Aos quatro anos, foi abandonado e permaneceu até os 17 anos em um orfanato. Começou a trabalhar cedo e em 1990 ganhou o apelido de Almir do Picolé, pois era o que vendia para sustentar-se. Com as economias, realizava comemorações no Dia das Crianças e Natal na vila em que morava.

“Eu juntava dinheiro dos picolés para fazer festas no Dia das Crianças e no Natal, com distribuição de presentes e comida. Eu também ajudava dando comida a quem precisava na vila, às vezes eu ia até pedir na rua, para dar a quem estivesse precisando”, lembra.

O trabalho de Almir começou a ser conhecido em uma matéria no Jornal Hoje, da Rede Globo. Em 2003, fundou a Creche Ação Solidária Almir do Picolé na Piabeta, atendendo inicialmente 10 crianças.

Os interessados em ajudar na continuidade das ações realizadas pela instituição podem realizar doações em conta corrente: Banco Banese: Agência 035, Tipo 03, Conta Corrente 101.470-7 | Banco do Brasil: Agência 2346-9, Conta Corrente 20074-3.