• Por
  • Esp
Porter entre as quatro empresas brasileiras a receber o Prêmio Leadership Award 28 de setembro de 2018

Porter entre as quatro empresas brasileiras a receber o Prêmio Leadership Award

A Convenção 2018 da Porter foi marcada por emoção, reconhecimento e surpresa. No encontro, que reuniu as 30 franquias nacionais e internacionais, a Dale Carnegie representada pela franquia de Tocantins, através dos diretores Rudiney Moreira e Fernanda Bacca e pela DC&A dos EUA, a Ms. Silvia Carvalho (Director of Training Quality - LA), entregou para franqueados um certificado internacional da instituição. 

Após a entrega, os representantes da Dale Carnegie anunciaram um prêmio inédito, onde até então, apenas três empresas brasileiras receberam: o Leadership Award. 

A Dale Carnegie, uma das líderes mundiais em desenvolvimento de pessoas e organizações, começou a entregar o prêmio Leadership Award em 1985 para empresas que colocam ênfase no desenvolvimento de suas pessoas para o alcance de resultados organizacionais, que reconhecem que as pessoas são tão importantes quanto qualquer tecnologia ou estratégia de negócios.

Quem recebeu a homenagem foi o CEO da Porter do Brasil, Juliano Bortolotti. Para ele, o sentimento é de surpresa e gratidão.''Somos a quarta empresa do Brasil a receber esse prêmio, isso estreita ainda mais a parceria e nos mostra que devemos sempre atuar com foco no desenvolvimento das pessoas e, assim, chegaremos aos resultados idealizados'', comenta. 

A Porter do Brasil investe nos treinamentos da Dale Carnegie e, mais de 120 profissionais já realizaram mais de 300 cursos. Segundo Juliano Bortolotti, os colaboradores e gestores da Porter participam dos cursos por acreditarem nos resultados que oferecem, por analisar as características comportamentais, fazendo com que as pessoas corram atrás dos objetivos pessoais alinhando com os almejados profissionalmente. 

Entre as mudanças internas assinaladas pelo CEO após a conclusão dos cursos, destaque para o desenvolvimento das equipes e no clima organizacional, o que reflete no impacto direto nos números da empresa, aumento das vendas e melhoria na gestão.

Para o CEO/Diretor Geral Dale Carnegie Tocantins, Rudiney Moreira, ao todo 361 prêmios foram entregues em vários países, incluindo empresas como Walmart, Scandinavian Airlines, Ford, Johnson & Johnson e, agora, a Porter. 

''Na América Latina apenas 09 empresas foram contempladas e no Brasil apenas 3 e, agora, a Porter entra para a lista, comprovando a sua excelência e preocupação com a gestão e desenvolvimento de pessoas''.

Quem participa, aprova! 
O gestor de expansão de rede, Antonio Segatto, realizou o treinamento e afirma que, com os ensinamentos recebidos é possível garantir tanto que os colaboradores sejam mais eficientes e preparados como também que fiquem mais motivados. 

''Isso gera mais engajamento com os objetivos da empresa e, eventualmente, melhoria nos resultados. Treinar é a melhor maneira de desenvolver competência, fazer as pessoas adquirirem conhecimentos, habilidade e atitudes para o bom desempenho e a Dale Carnegie nos proporciona isto'' comenta. 

Já para o Franqueado Porter em Londrina/PR, Ricardo Renno, cada vez mais investir em treinamento, que capacite sobre as formas de abordagem aos clientes e às equipes, torna-se imprescíndivel para o sucesso da empresa. 

''A qualidade e a análise do nosso serviço vem do atendimento oferecido, sobretudo,  pelos profissionais do setor comercial e operacional, por isso, é muito importante termos esse treinamento da Dale Carnegie. Quando ele é feito em conjunto com outras unidades, como é o caso da Porter, nós aproveitamos a experiência de cada um e a transformamos em conhecimento prévio. Um treinamento que oferece resultados em curto, médio e longo prazo'', comenta. 

Fábio Gagliotto, gestor da Porter Florianópolis, também destaca as principais mudanças após os treinamentos. ''É muito nítido as dificuldades que antes eu tinha e era difícil enxergar, pois eu não possuía parâmetros ou outras vivências, então julgava estar certo e fazendo da forma correta, mas quando comecei aplicar o que aprendi nos treinamentos e baseado, também nas experiências das outras pessoas, simplesmente meus negócios começaram a funcionar de forma diferente, desde as pessoas trabalhando comigo mais qualificadas com maiores responsabilidades e, consequentemente, obtendo melhores resultados individualmente e também coletivos. O trabalho começou a ficar mais fácil, a empresa começou a ter resultados maiores e em menor tempo. Atualmente todas as minhas ações, meu trabalho, meus relacionamentos é derivação e são influenciados pelos treinamentos da Dale Carnegie'', comenta.