• Por
  • Esp
Porter Marília inicia instalação em mais um condomínio 10 de fevereiro de 2016

Porter Marília inicia instalação em mais um condomínio

Síndico de dois condomínios administrados pelo Grupo Calcular, o cirurgião-dentista Valmir Thomé, de 49 anos, casado e pai de dois filhos, ficou satisfeito com a deliberação dos condôminos. Ele observou que por ser uma novidade, a portaria remota gerou muitas dúvidas que foram sanadas nas quase três horas de reunião. ''Ao final, todo mundo entendeu a ideia que é aliar a tecnologia e a maior segurança com a diminuição de custo. Então, foi excelente'', afirmou.

Valmir Thomé garantiu ser ''totalmente a favor da tecnologia''. Ele revelou que durante visita ao primeiro condomínio com o Porter, ficou impressionado com o que viu e saiu otimista após conversar com alguns moradores. Ele citou o aposentado Antônio Sebastião Godoy que afirmou inicialmente ter sido contra e que, depois da implantação, disse ''que foi a melhor coisa que aconteceu no seu condomínio.  Então, isso também colaborou para eu ter ainda mais força para querer implementar isso nos condomínios onde sou síndico'', ressaltou.

O síndico comentou que a economia gerada pela diferença entre os custos atuais da portaria convencional e da Portaria Remota Porter será utilizada para equilibrar as finanças do condomínio, bem como realizar investimentos que valorizarão os imóveis e proporcionarão bem-estar aos moradores. As obras estão previstas para iniciar nesta segunda-feira, dia 08 de fevereiro.

Valmir Thomé com a diretora do Grupo Calcular, Maria Thereza Brandão.

Desafio

A situação econômica pela qual passa o Brasil em 2016 tem impactado na administração de condomínios. No caso dos síndicos, é preciso ter muito jogo de cintura, analisou Valmir Thomé: ''Ser síndico é, antes de tudo, um grande desafio porque lidar com pessoas não é fácil. E explicar o porquê das coisas, como reajustar o condomínio para aumentar a segurança delas é uma coisa que é uma arte. Não é fácil, mas é gratificante quando conversando com as pessoas, e eu gosto muito de conversar com as pessoas, você consegue fazer um trabalho para melhorar o meio em que a gente vive''.

Ele acrescentou que ''a gente vive como se estivesse na corda bamba porque, infelizmente, as contas vencem, as coisas se deterioram e tem que dar manutenção. Devido a esta crise financeira muita gente está perdendo o emprego; é complicado porque não vai pagar o condomínio e deixar a família passando necessidade. Concordo com isso também. Mas, ao mesmo tempo, as contas têm que ser pagas. Então, é uma ginástica muito grande que a gente faz para conseguir equilibrar a balança.''

Parceria

A fundadora e diretora do Grupo Calcular, Maria Thereza Brandão Lima, elogiou a dedicação do síndico Valmir Thomé que ''destina um tempo precioso para acompanhar de perto tudo o que se refere aos condomínios nos quais é síndico. Para nós, é um privilégio contar com essa parceria tendo um síndico extremamente sério, atualizado, que sempre procura o melhor.

''Sobre a implantação da Portaria Remota Porter em mais condomínio pouco tempo após a Calcular ter adquirido, com exclusividade, a franquia da maior empresa do setor, ela afirmou que ''a credibilidade que conquistamos em quase 30 anos de empresa e a satisfação de nossos clientes nos credenciam a avançar cada vez mais. Estamos muito felizes pelo sucesso do Porter em Marília. O Porter foi testado e aprovado em quase 200 condomínios de capitais e grandes cidades, e não é fruto de experimentações''.

Matéria: Célia Ribeiro