• Por
  • Esp
Porter Marília registra maior procura pela portaria remota após as altas nas taxas de condomínio 15 de janeiro de 2016

Porter Marília registra maior procura pela portaria remota após as altas nas taxas de condomínio

No entanto, quem mora em condomínio ainda tem que arcar com o aumento da taxa condominial devido, principalmente, ao dissídio coletivo dos trabalhadores (portaria e limpeza), observou a diretora do Grupo Calcular, Maria Thereza Brandão Lima.

Ela explicou que a data-base para os profissionais do setor é o dia primeiro de janeiro: ''Neste ano, o SEAC/SP informou que a Convenção Coletiva de Trabalho estabeleceu o reajuste dos salários em 10%. Além disso, o vale-alimentação, o tíquete-refeição, o Programa de Participação nos Resultados (PPR), o benefício social familiar e o benefício natalidade tiveram reajuste de 5%, cada um, com impacto no custo dos condomínios''.

Maria Thereza Brandão, diretora do Grupo Calcular.

Fundadora e diretora da primeira empresa de administração de condomínios de Marília, em 1988, Maria Thereza Brandão comentou que ''será necessário um grande esforço para equilibrarmos as receitas e as despesas em 2016. A inflação real é superior à inflação oficial. Mesmo economizando o máximo, há segmentos em que não se pode cortar, como a manutenção de elevadores, o pagamento de salários e benefícios, as apólices de seguro etc''.

Neste sentido, a empresária afirmou que ''todos procuram alternativas e, felizmente, nós do Grupo Calcular podemos oferecer uma opção que oferece uma expressiva redução no preço da portaria 24 horas, chegando a até 50% em relação ao modelo convencional. A Portaria Remota Porter, cuja franquia adquirimos para Marília com exclusividade, tem chamado a atenção de síndicos e moradores de condomínios devido ao aumento da segurança, gasto zero na manutenção dos equipamentos e economia no valor da portaria 24 horas'', acentuou.

Projetos

''Em fevereiro, vamos entregar mais um condomínio com a exclusiva Porter Portaria Remota. Além disso, acabamos de concluir importantes projetos que entraram na nossa agenda para a instalação dos equipamentos'', informou o gestor do Porter de Marília, Moreno Medeiros.

Ele explicou que ''como os projetos são personalizados e elaborados segundo a especificidade de cada condomínio, temos um controle rigoroso do processo para que todos os aspectos de segurança sejam contemplados. Dessa forma, precisamos  seguir  um cronograma para atendermos nossos clientes em tempo hábil''.

Moreno Medeiros comentou que, ''em função do aumento de 10% no dissídio dos trabalhadores de portaria, o impacto está sendo grande para os condomínios em uma época de dificuldade econômica pela qual passa o País''. A inadimplência, motivada pela queda na atividade econômica e pelo aumento no índice de desemprego, é outro complicador, frisou.

Ele revelou que durante a apresentação de um estudo sobre a Portaria Remota Porter, ''um síndico experiente ficou impressionado com a economia que seu condomínio terá. Em um ano, será possível economizar 110 mil reais. Esse valor poderá ser usado para diminuir a taxa condominial ou ser aplicada em investimentos, como aquisição de um gerador, reforma nos elevadores, decoração da área social, equipamentos para sala de ginástica etc''.

O gestor do Porter de Marília finalizou dizendo que ''a cada dia estamos mais confiantes e satisfeitos pela decisão acertada do Grupo Calcular em adquirir a franquia da maior empresa de portaria remota do País. A Porter do Brasil está presente em quase todas as capitais e grandes centros; em Marília nos orgulhamos por representá-la e poder oferecer esse serviço de excelência e confiabilidade aos nossos clientes''.

Matéria: Célia Ribeiro / Jornalista Grupo Calcular